Estudantes da rede estadual ingressam em cursos como Direito e Medicina nas universidades públicas da Bahia

estudantes

O primeiro lugar em diferentes cursos das universidades públicas da Bahia tem sido alcançado por vários estudantes concluintes da rede estadual de ensino, que se destacaram pelo desempenho no Exame Nacional do Ensino Médio ou conquistaram as colocações por meio do Sistema de Seleção Unificada (SISU). São estudantes de cidades como Salvador, Barreiras, Capim Grosso, Cristópolis, dentre outras, que entraram em primeiro lugar em cursos como Direito, Letras e Geografia, na Universidade Federal da Bahia (UFBA), na Universidade Federal do Oeste da Bahia (UFOB) e na Universidade do Estado da Bahia (UNEB). Um estudante de Presidente Tancredo Neves também comemora o desempenho e a conquista do 6º lugar no curso de Medicina da Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC).

De acordo com o secretário da Educação do Estado da Bahia, Walter Pinheiro, o protagonismo dos estudantes da rede estadual no acesso ao ensino superior reflete as políticas públicas acertadas na área da Educação. “O desempenho dos estudantes da rede estadual comprova a prioridade que o Governo da Bahia vem dando para a Educação. Em 2017, por exemplo, tivemos várias ações do projeto Enem 100%, com aulões, o reforço na redação com o Redijaê, o estímulo ao ensino das ciências, além do apoio que demos para que os estudantes do interior pudessem se deslocar gratuitamente do seu município para as cidades onde as provas do Enem foram realizadas. Tudo isso somado ao apoio das famílias e à dedicação dos professores e de cada estudante resultou nestes resultados expressivos no acesso deles ao ensino superior”, destaca.  O estudante Lívio Trindade, 18, também conquistou o primeiro lugar no tradicional e concorrido curso de Direito da UFBA.
O estudante Vinícius Alves Ferreira, 18, que concluiu o Ensino Médio no Colégio Estadual El Shadai, localizado em Barreiras (871 km da capital), conquistou, através do SISU, o 1º lugar no curso de Direito da Universidade Federal do Oeste da Bahia (UFOB), um dos mais concorridos da instituição. Para ele, a dedicação e suporte do colégio foram fundamentais. “Minha rotina de estudos foi muito intensa, pois estudava no colégio pela manhã, trabalhava à tarde e fazia cursinho à noite no colégio com professores voluntários. Como não tenho Internet em casa, aproveitava o wi-fi do colégio para baixar vídeo aulas. Após a fim do cursinho, tive a ideia de organizar um grupo de estudos noturno no próprio El Shadai, quando eu e mais três colegas estudávamos as principais técnicas de redação. O apoio da direção da escola foi muito importante em ceder uma sala e alguns equipamentos para que pudéssemos nos preparar. A alegria é imensa, pois do meu núcleo familiar, vou ser o primeiro a ter ensino superior. Os professores da minha escola são os melhores que poderia ter tido. Sinto orgulho de ser aluno do Colégio Estadual El Shadai”, revela emocionado.
Medicina - Em Itajuípe (418 km de Salvador), Igor Vinicius Barreto, 19, comemora a sua aprovação em 6º lugar pelo SISU, no curso de Medicina da Universidade Estadual da Bahia (UESC), um dos mais concorridos do Estado. “Concluí o curso técnico em Administração no Centro Territorial de Educação Profissional do Baixo Sul (CETEP), localizado em Gandu. Ia e voltada de lá todos os dias, pois morava com minha mãe em Presidente Tancredo Neves. No ano passado, me dediquei muito para poder passar em Medicina, estudando em casa e fazendo cursinho. Atualmente, moro Itajuípe com minha avó e a minha ficha ainda não caiu, mesmo já tendo feito a matrícula. Minha família está muito feliz pela minha conquista e eu também porque me esforcei muito”, afirma Igor, filho de uma secretária e um caminhoneiro.
Quem também está celebrando é Pedro Lucas Pinto Santos, 17, por ter obtido o 1° lugar no curso de Letras com habilitação em Língua Inglesa no vestibular tradicional da Universidade do Estado da Bahia (UNEB). Ele acabou de concluir o Ensino Médio no Colégio Estadual Edna Moreira Pinto Daltro, em Capim Grosso (300 km de Salvador). “Estou muito contente porque começarei o ano de 2018 já no Ensino Superior em um curso que eu sempre quis fazer. Minha mãe é empregada doméstica e está muito orgulhosa de mim, pois sou o primeiro da família a ingressar em uma universidade pública”, destaca.
Vitor Emanuel de Oliveira Araújo, 17, foi aprovado em 1° lugar no curso de Geografia, na UFOB, através do SISU. Ele concluiu os estudos no Colégio Estadual de Cristópolis, localizado em Cristópolis (796 km da capital). “Apesar de ter passado em Geografia, que é uma área que gosto muito, também estou na expectativa de ser aprovado em Farmácia, pois estou na lista de espera na mesma universidade”, comemora, empolgado.