Pré- Jornada 2020

Está acontecendo, no auditório do Núcleo Territorial de Educação – NTE 11, a Pré Jornada 2020, com a presença dos Gestores Escolares e Coordenadores Pedagógicos jurisdicionados a este Território, tendo como mediadora a Diretora do NTE Maria Aparecida Vasco das Chagas, a Coordenadora da Educação Básica Ieda Maria Ribeiro Fernandes e equipe de Formadores.

O objetivo desse Encontro é planejar o trabalho letivo para o ano 2020, tendo como pauta: O Reordenamento de Rede 2019/2020; Matrícula 2020 e Pré Jornada Pedagógica tendo como material de apoio a Caixa de Ferramenta da Pré-Jornada 2020 disponibilizada pelo SUPEDE/SEC.

Para a Diretora deste NTE, O Encontro da Pré-Jornada 2020, que pauta-se na temática, Ano Anísio Teixeira: Pela União entre a Educação e a Vida, momento de grande relevância na literatura, buscando incentivar a leitura, a pesquisa e um planejamento contextualizado à realidade regional, está superando a expectativa, tanto no envolvimento e responsabilidade compartilhada com toda a equipe do NTE, quanto pela presença e participação efetiva dos gestores escolares e coordenadores pedagógicos do território, como também pela receptividade da proposição da Secretaria de Educação do Estado da Bahia, por meio da Superintendência de Política de Desenvolvimento da Educação Básica. A mesma se sente feliz com o trabalho desenvolvido e acredita que as unidades escolares farão uma Jornada Pedagógica 2020 qualificada, significativa e envolvente com o aprofundamento e contextualização da temática proposta.

“A reunião é um momento rico, dinâmico e empolgante de trocas de saberes e experiências com os nossos pares. Oportunidade de socializarmos nossas vivências exitosas e também de agregarmos sugestões, novas possibilidades e caminhos significativos a serem trilhados no ano vindouro. Saímos hoje revigorados com várias ações articuladas no coletivo para fortalecer o fazer pedagógico das escolas do nosso Território. ” Coordenadora Pedagógica do Colégio Estadual Nossa Senhora da Penha, Meire Fabíola A. Pignata Silva

Renovação de Matrícula da Rede Estadual de Ensino começa hoje 21/11

A Diretora do Núcleo Territorial de Educação – NTE-11, Maria Aparecida Vasco das Chagas, iniciou sua agenda do dia, dando entrevista para Rádio Barreiras, sobre a renovação de matrícula de Estudantes da Rede Estadual de Ensino.

A renovação de matrícula dos estudantes começa nessa quinta-feira 21/11/19 e vai até dia 10/12/19. Pode ser realizada pessoalmente na Unidade Escolar onde o Estudante está matriculado no 2019, mediante a recepção e entrega da Carta de Renovação de Matrícula assinada pelos Pais ou responsáveis na Secretaria da Escola.

A grande novidade para este ano é que todo o processo pode ser feito também por dispositivos móveis como tablets e celulares. Basta que os pais ou responsáveis baixem o aplicativo do SAC Digital nas lojas APP Store ou Google Play, ou façam  o cadastro através do link https://www.sacdigital.ba.gov.br/ , para realizar a renovação e garantir a vaga dos seus filhos.

Passo a passo – Para realizar o cadastro, o estudante precisa acessar o SAC Digital (portal ou aplicativo) e clicar em “Cadastre-se” no menu principal. Em seguida, é só preencher um formulário. No campo “E-mail”, é necessário informar um e-mail que o usuário costuma acessar e que lembra a senha. No final do cadastro, será necessário acessar este e-mail para ativar a conta no SAC Digital. A matrícula só poderá ser realizada mediante este cadastro.

Gestores dos Núcleos Territoriais de Educação planejam ações pedagógicas para o ano letivo de 2020

A superintendente de Políticas para a Educação Básica, Manuelita Brito, destacou os temas abordados em sua palestra. “Fizemos um balanço deste ano e focamos especificamente na gestão da aprendizagem, do planejamento da Jornada Pedagógica 2020, da Pré-Jornada que acontece ainda este ano e, também, falamos sobre o Mais Estudo, ou seja, uma pauta pedagógica importante e com boas orientações”, destacou.

O segundo dia do encontro também contou com a participação da diretora geral do IAT, Cybele Amado de Oliveira, que falou sobre os seminários territoriais de formação continuada e os novos desafios, características e indicadores de trabalho com formação continuada. Já o superintendente de Planejamento Operacional da Rede Escolar, Manoel Vicente Calazans, deu orientações sobre questões como matrícula, transporte escolar e o Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE).

Os gestores e coordenadores dos 27 Núcleos Territoriais de Educação (NTEs), discutiram, nesta terça-feira (19), durante o segundo e último dia do VI Encontro de Dirigentes da Educação, realizado no Instituto Anísio Teixeira (IAT), algumas ações pedagógicas estratégicas voltadas para o ano letivo de 2020. Além disso, os participantes fizeram um balanço do encontro, que culminou em um espaço de compartilhamento de experiências vivenciadas em cada um dos territórios.

#Transformaê virada educacional


As escolas estaduais estão realizando, nesta sexta-feira (20), da edição 2019 do #Transformaê: virada educacional Bahia. Durante todo o dia, 12 horas seguidas, serão realizadas atividades, a exemplo de apresentações de dança, teatro e música; realização de jogos educativos; intervenções sociais; ações de preservação ambiental; exibições de filmes; e oficinas diversas. Rodas de conversa e mesas redondas também serão realizadas, abordando temas dos mais diversos como empoderamento feminino, combate ao preconceito e à intolerância religiosa e prevenção ao suicídio. A ação é um movimento educativo-cultural da Secretaria da Educação do Estado (SEC), com o objetivo de promover o protagonismo estudantil e a integração das famílias com as escolas.
“O Transformaê, virada educacional, é uma ação pedagógica de iniciativa da SEC- Bahia, através da Superintendência de desenvolvimento da educação básica com o objetivo de fortalecer todas as ações do Programa de Educação do Estado da Bahia, Educar para Transformar, através da articulação com todos os segmentos da sociedade e diferentes instituições, seja do poder público, organizações sociais-ongs, ou do setor privado; oportunizando e estimulando aos estudantes o desenvolvimento do protagonismo juvenil!! Estamos felizes em ver a criatividade, compromisso e desenvoltura das unidades escolares do Território da Bacia do Rio Grande nesta ação.” Diretora do NTE-11, Maria Aparecida Vasco das Chagas.
Para a estudante Júlia de Sousa Dourado, do 3ª ano matutino, do Colégio Estadual Antônio Geraldo o Transformaê esta sendo maravilhoso em sua escola, com diversas apresentações, momento cultural, atividades lúdicas; É um dia em que nós saímos da rotina de sala de aula, diz ela.
Nas palavras da Coordenadora Uania Soares do Colégio Estadual Marcos Freire, o Transformaê constitui-se em um momento que permite a socialização, interação e a (re) construção de conhecimentos. Na nossa escola foi realizada uma gincana para abordar o tema proposto pela SEC, fator que possibilitou o conhecimento dos educadores sobre o ESCOLADO, ampliando o SABE para toda a comunidade escolar. Alem de proporcionar uma reflexão sobre os indicadores educacionais.
Neste ano, a programação também abordará com toda a comunidade escolar ações estratégicas que estão sendo desenvolvidas pela SEC com foco na aprendizagem, dentre os quais estão o Sistema Baiano de Avaliação (SABE), que está aplicando avaliações em Língua Portuguesa e Matemática, e o Mais Estudo, projeto de monitoria estudantil, que também tem foco no fortalecimento das aprendizagens nestas duas disciplinas.

JERP- Jogos Estudantis da Rede Pública na fase zonal, ocorreu nesta última quarta e quinta-feira

 

A Secretaria de Educação do Estado da Bahia, através da Coordenação de Educação Física e Esporte Escolar- CFE, promoveu nesta terça-feira e quarta-feira (30 e 31/07/2019) os Jogos Estudantis da Rede Pública- JERP. Desenvolvidos no âmbito da Bahia, dando prosseguimento ás ações de fortalecimento e fomento da cultura corporal no currículo da Educação Básica, sem deixar de lado a observação aos talentos esportivos naturalmente aflorados, em consonância com o compromisso do Programa Educar para Transformar: um pacto pela educação.

Os Jogos Estudantis da Rede Pública (JERP), organizados pela Secretaria de Educação da Bahia, por meio de cada um dos 27 núcleos Territoriais de Educação do Estado, envolvem, anualmente, estudantes e professores das escolas das redes públicas e privadas nos municípios baianos.

Na perspectiva de consolidar a identidade dos Jogos Estudantis da Rede Pública da Bahia no sistema Educacional, em consonância com as orientações pedagógicas da Secretaria Educação, a proposta desta etapa é estabelecer nexos com as políticas de fomento ao esporte, valorizar a corporalidade e o lúdico. Fundamenta-se em pressupostos de relevância do trato da cultura corporal e do esporte escolar na educação básica, a saber: participação, diversidade, ética, cooperação, regionalismo, inclusão e emancipação.

O JERP em sua etapa zonal, que ocorreu pela primeira vez neste tipo de modalidade, no Estado da Bahia, promoveu o encontro dos NTE 02, 03,11, 12 e o 23, sendo o NTE-11 o anfitrião, realizador de tal etapa, e sede para o evento. Neste encontro, o NTE 11 contou com as parcerias da Prefeitura de Barreiras, da Secretaria de Educação de Esporte e Lazer (Barreiras); do Colégio Privado Enigma, da COOPEB e FASB; na cessão do Ginásio de Esportes e quadras poliesportivas adequadas às atividades; Polícia Militar, garantindo a segurança nos espaços; cobertura dos meios de comunicação local, TV Câmara e rádios; FANCEJMA- Fanfarra do Colégio Estadual Jutahy Magalhães; Prefeituras municipais dos territórios; UFOB e UNEB. O evento além de contribuir para o fortalecimento dos vínculos dos Territórios, contribui para o espirito esportivo dos estudantes além de promover a integração de todos.

A articuladora Iara, representando o NTE-03 de Seabra, em felicitação, agradece a toda equipe do NTE-11 de Barreiras, e pela oportunidade de participar da etapa zonal do JERP, etapa tão esperada. A realização da etapa zonal do território, promoveu a alegria aos estudantes, que há muito tempo havia ansiado por tal perspectiva de participar desta fase. Conta ainda, que o evento fortaleceu o espírito de igualdade e equidade, e abraçou isso na etapa zonal e reforça os 10 anos de JERP, em que o governo da Bahia está de parabéns, pois, chegamos a está etapa tão esperado por nossos atletas.

O coordenador pedagógico, representante do NTE 02, Ernani Fernandes Silva, ao participar do evento, conta como foi sua experiência: “Os JERP (Jogos Estudantis da Rede Pública) constituem em sua rica oportunidade educativa. Isso fica evidenciado na empolgação dos estudantes, integração com os outros alunos e aprendizagens diversas. O evento está ocorrendo com muita organização e profissionalismo, o que amplia o sentido da educação. Após 9 horas de viagem, os alunos do Colégio Estadual Grandes Mestres Brasileiros- NTE 02 estão vivendo o encantamento de participar do evento. ”

O aluno, José Divino, da Colégio Estadual Leônidas Araújo Silva de Tabocas do Brejo Velho, do NTE 23, conta como foi maravilhoso sua participação no evento, e que atendeu suas perspectivas, e que espera oportunidade para participar de outras etapas que virão.

Evangelista, coordenador e representante do NTE 12, considera a etapa zonal como uma ótima oportunidade para aumentar os vínculos entre os Núcleos Territoriais, como descrito: “A etapa zonal é, sem dúvida, uma oportunidade de avizinhar a parceria entre os núcleos territoriais, no sentido de compartilhar êxito e dificuldade. É uma experiência de fundamental importância para os estudantes conhecerem e aprenderem um pouco mais dos costumes e cultura da região. ”

Osmar Milazzo, Coordenador de Educação Física e esporte escolar da Secretaria de Educação, acredita que o projeto tem a função de fortalecer a ação educativa na Escola, tendo como um dos objetivos a cultura corporal que deve fundamentar o currículo, por meio de práticas docentes e do assessoramento pedagógico.

Para a Diretora Regional de Educação do NTE-11, professora Maria Aparecida Vasco das Chagas, foi um prazer junto com sua equipe de trabalho, fazer todos os preparativos para receber os estudantes atletas e professores do Oeste que os acompanharam, por entender essas atividades como essenciais ao desenvolvimento de todas as potencialidades dos estudantes. Para ela, a etapa zonal foi um sucesso e deseja que a etapa estadual seja outra grande oportunidade de integração, cooperação, alegrias e fortalecimento do espirito esportivo e do trabalho em equipe para a juventude baiana. Parabeniza ao governo/SEC/SETRE/SUDESB/NTE/Escolas e demais parceiros locais.

Na quinta-feira, houve a entrega das placas para cada NTE, e escolas participantes do evento, um gesto simbólico de agradecimento por cada instituição que se disponibilizou e se esforçou para marcar presença e agregar ao JERP com seus atletas, que por sua vez representam o reflexo da educação e espírito esportivo do nosso país.

IMG-20190730-WA0174

IMG-20190730-WA0120 IMG-20190730-WA0172 IMG-20190730-WA0174 IMG-20190730-WA0178 IMG-20190730-WA0187 IMG-20190730-WA0188 IMG-20190730-WA0189 IMG-20190730-WA0191

Secretaria da Educação do Estado lança em Barreiras projeto voltado à formação em Educação Inclusiva

A Secretaria da Educação do Estado (SEC) lançou, nesta terça-feira (19), em Barreiras, projeto “Incluir faz sentido”. Trata-se de uma formação continuada, coordenada pelas equipes da Coordenação de Educação Inclusiva da (SEC) e do Centro de Educação Especial da Bahia. Até sexta-feira (22), educadores ministram oficinas e diálogos formativos com o objetivo de mostrar que a inclusão é possível em todos os espaços sociais, garantindo aos professores as informações necessárias para que o atendimento educacional especializado seja ofertado adequadamente.

Projeto Incluir faz sentido em Barreiras - foto. divulgação (4)

O evento foi aberto com representações da Secretaria da Educação, do Núcleo Territorial de Educação (NTE 11) e, ao longo do dia, professores da Educação Inclusiva de Barreiras relataram as suas expectativas e experiências com a modalidade em sala de aula. É o caso do diretor escolar do Colégio da Polícia Militar (CPM) Professor Alexandre Leal Costa, capitão Leonardo Carvalho. “Estamos com amplas expectativas e viemos aqui, hoje, para obter subsídios, absorver aprendizados no sentido de levar a Educação Inclusiva para a nossa unidade, que já possui uma Sala de Recursos, e, assim, contribuir com os nossos jovens com uma educação especializada”.

A professora da Sala de Recursos do CPM Professor Alexandre Leal Costa, Odália Dias dos Santos, destaca que a unidade escolar tem entre os seus estudantes seis com deficiência, entre as quais autismo, dislexia e deficit intelectual. “Acredito que esta formação vai ser muito importante para que professores e gestores ganhem um novo olhar para este público-alvo e, assim, esses alunos com as suas particularidades possam desempenhar as suas atividades e evoluírem dentro do atendimento educacional especializado, a partir das diretrizes da Educação inclusiva”.

A coordenadora de Educação Inclusiva da SEC, Patrícia Braille, falou sobre a formação. “A garantia da matrícula de estudantes com deficiência, transtornos globais do desenvolvimento e altas habilidades/superdotação é dever das unidades escolares. Para trabalhar com os professores nessa questão de flexibilização curricular, comportamental e metodológica, tão necessária para o bom desenvolvimento dos estudantes com suas necessidades específicas, a SEC lança este projeto, cujo foco é incluir o público-alvo da Educação Inclusiva, sem restrições”.

Programação – O evento prossegue, na quarta-feira (20), com oficinas sobre deficiência visual, com Patrícia Braille; deficiência intelectual, com Selenita Barbosa; e atendimento educacional especializado, com Ariana Santana. Na quinta (21) e na sexta (22), as equipes da Coordenação de Educação Inclusiva da Secretaria da Educação do Estado (SEC) e do Centro de Educação Especial da Bahia farão visitas às escolas estaduais no NTE 11.

Estudantes da rede estadual apresentam projetos na maior Feira de Ciência e Engenharia do país realizada em São Paulo

Dez estudantes da rede estadual de ensino irão participar, em São Paulo, da 17ª Feira Brasileira de Ciência e Engenharia, que começa terça-feira (19) e prossegue até o dia 22, na Universidade de São Paulo (USP). Eles foram selecionados para apresentar projetos de iniciação científica desenvolvidos em sala de aula, no âmbito do Projeto Ciência na Escola, da Secretaria da Educação do Estado da Bahia. Esta é a maior mostra de projetos de Ciência e Engenharia do país e reunirá 332 projetos desenvolvidos por 751 estudantes dos Ensinos Fundamental, Médio e Técnico de todo o Brasil.

 18.03 - Febrace -foto. divulgação (2)

Os alunos da rede estadual de ensino da Bahia, que embarcaram nesta segunda-feira (18) para São Paulo, são das cidades de Catu, Ilhéus, Jacobina, Brumado, Caculé, Itororó, Caetité e Alagoinhas. Os projetos dos estudantes têm grande alcance e relevância social por apresentarem soluções práticas para problemas de suas comunidades. O estudante Elder Santos, do Centro Estadual de Educação Profissional (CEEP) em Gestão e Tecnologia da Informação Álvaro Melo Vieira, em Ilhéus, apresentará “Uma avaliação da atividade antimicrobiana do extrato da semente de sucupira (Pterodon Pubescens)”. Do mesmo CEEP, Bruno Mello apresentará a pesquisa sobre “A produção de adubo a partir da baronesa (Eichhornia Crassipes)”, que é comum na região.

Também do Sul do Estado, a estudante Luciana Silva, do Centro Territorial de Eduação Profissional (CETEP) do Médio Sudoeste da Bahia, em Itororó, irá expor na FEBRACE o projeto “Ecoestacas – promovendo propriedades Sustentáveis”. A estudante Amanda Bonfim Silva, do Colégio Estadual João Vilas Boas, em Livramento do Brumado, apresentará a pesquisa sobre “O Biopolímeros do quiabo e do mandacaru para tratamento de água”. Já o estudante Sandro Lúcio Nascimento Rocha, do Colégio Estadual Norberto Fernandes, em Caculé, abordará o tema “A captação e o uso da água da chuva no ambiente escolar através de caixa feita com garrafas PET e cimento ecológico da cinza da fibra da casca do coco (Cocos Nucifera)”.

Em Caetité, a estudante Larissa Silva Luna, do Colégio Estadual Tereza Borges de Cerqueira, em Caetité, desenvolveu a “Ração para cachorros natural e livre de conservantes” e também estará na FEBRACE. “A reutilização de motores de impressoras na geração de energia” será o trabalho do estudante Ítalo Cerqueira Mota de Mello, do CETEP Litoral Norte e Agreste Baiano, em Alagoinhas. Outros dois projetos são de estudantes da cidade de Catu. O projeto “A arte de Ed Ribeiro e o ensino e a aprendizagem da cultura afro-brasileira” foi desenvolvido pela estudante Eduarda Nataliana da Silva Santos, do Colégio Estadual Maria Izabel de Melo Goes, e o outro, “A importância da ludicidade no ensino de língua inglesa”, é de autoria da estudante Eduarda Nataliana da Silva Santos, do Colégio Estadual Antônio de Deus Seixas.

A coordenadora do Ciência na Escola, Shirley Costa, disse que a participação dos estudantes na FEBRACE é um reconhecimento do trabalho do Ciência na Escola e funciona como uma grande motivação para outros alunos pesquisadores aderirem a esta proposta. “O Ciência na Escola inicia as suas atividades em 2019 com a participação de estudantes na FEBRACE como resultado do trabalho de popularização e divulgação da ciência que representa a inovação educacional, promovida pelo programa em toda rede de ensino. Nesta perspectiva, o programa cumpre seu papel na promoção de ambientes de aprendizagem ativa, que repercute na melhoria da qualidade de ensino, colabora e estimula a curiosidade, autonomia e criatividade dos jovens pesquisadores que colaboram, de forma efetiva, com os locais onde estão inseridos”, afirmou.

Estudante da rede estadual vivenciará a rotina de governar o Estado na sexta-feira a convite de Rui Costa

A estudante da rede estadual de ensino, Ana Beatriz Oliveira, 16, 1º ano, do Colégio Estadual Professor Aristides de Souza Oliveira, vivenciará a rotina de trabalho de um governador. Ela irá acompanhar a agenda do governador Rui Costa, nesta sexta-feira (15), nos municípios de Salvador e Camaçari. O convite foi feito pelo próprio governador da Bahia à Ana Beatriz, que foi recebida na Governadoria,  na terça-feira (12). A estudante foi eleita governadora mirim pelos colegas, durante uma votação simulada com urna eletrônica, realizada em 2018, no Centro Estadual de Educação Profissional, Formação e Eventos Isaías Alves (ICEIA), em Salvador.

papoCorreria3

A votação simulada com urna eletrônica foi promovida pelo Programa Justiça Eleitoral Itinerante, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), em parceria com a Escola Judiciária Eleitoral (EJE), por meio do projeto Políticos do Futuro, que na Bahia tem a parceria da Secretaria da Educação do Estado e do Tribunal Regional Eleitoral (TRE). Ao receber a estudante, o governador destacou o protagonismo estudantil na rede.

Ana Beatriz, que esteve na atividade acompanhada pela professora de História Rosa do Amparo, começará a rotina na sexta-feira logo cedo, quando tomará café da manhã com o governador no Palácio de Ondina, onde ele mora com a família. Ana Beatriz falou sobre as suas expectativas. “Somos o futuro do nosso país. Então, este projeto é uma experiência importante para que, desde cedo, a gente comece a discutir temas que nos dizem respeito como melhorias na Educação, que foi uma das minhas plataformas de campanha. Estou muito ansiosa para passar o dia com o govenador, pois nunca vivenciei uma experiência desse tipo”, revelou a estudante, que na época do projeto estudava no Colégio Estadual Ypiranga.

A diretora do Colégio Estadual Ypiranga, Rosa do Amparo, falou sobre a importância do projeto para a estudante. “É uma iniciativa que ajuda os alunos a desenvolverem o senso de cidadania e de responsabilidade com a nação. Estou muito contente com a oportunidade que nossa ex-aluna está tendo de poder conhecer e passar o dia com o governador Rui Costa”, disse a gestora.

Secretaria da Educação reforça a importância da conservação do livro didático

 A Secretaria da Educação do Estado está orientando a comunidade escolar sobre a valorização e a conservação do livro didático. O objetivo é conscientizar os estudantes sobre a necessidade de cuidar do livro porque será usado, no ano seguinte, pelo colega. A distribuição do material didático é feita a partir do Programa Nacional do Livro e Material Didático (PNLD), uma política pública que envolve a União, Estados, municípios e escolas.
A coordenadora do Livro Didático e Biblioteca da Secretaria da Educação do Estado, Alessandra Santana, fala sobre a importância da boa gestão do livro didático no ambiente escolar. “Valorizar o livro didático é uma tarefa de toda a sociedade, que é quem paga por essas publicações para que cheguem gratuitamente ao estudante da escola pública. Então, uma das questões essenciais, nesse processo, é a questão da devolução do livro, já que essa importante ferramenta de aprendizagem será utilizada, no ano seguinte, por outro estudante. Os professores devem ser os mediadores desse processo de conscientização não só de devolução, como de conservação do livro, que deverá ter uma vida útil de três anos, conforme estabelecido pelo MEC”.
Alessandra destaca algumas alternativas de conservação, como forrar os livros. Nesse sentido, os estudantes podem utilizar plásticos e outros materias como diferentes tipos de papeis para customizar as capas. Podem utilizar até fotografias. A coordenadora ressalta o papel das famílias no cuidado com o material didático dos filhos. “Os pais também podem fiscalizar e conscientizar os estudantes, orientando-os a manter os livros em local apropriado, arejado e sem umidade. Além disso, não devem riscar, rasurar ou rasgar as páginas e capas, porque os mesmos serão devolvidos para serem reutilizados por outros estudantes, seguindo o triênio da campanha”, esclarece.
Publicações da SEC
Além dos livros didáticos do FNDE, a Secretaria da Educação do Estado disponibiliza os livros “Bahia, Brasil: identidade, trabalho e inovação”; “Bahia, Brasil: espaço, ambiente e cultura”; “Bahia, Brasil: vida, natureza e sociedade”; e “Terror e aventura: tráfico de africanos e cotidiano da Bahia”.
O conteúdo das publicações é organizado de forma integrada, georreferenciado na realidade baiana e apresenta conhecimentos das diversas áreas, como Biologia, Geografia, Química, Física e História. O objetivo é fortalecer o trabalho desenvolvido pelo projeto Ciência na Escola, já que trazem uma discussão sociocultural que contribui com as ações que o programa vem desenvolvendo nas escolas.
http://estudantes.educacao.ba.gov.br/node/30837

Secretário Jerônimo Rodrigues discute em Brasília a criação de Agenda de Aprendizagem com secretários estaduais de Educação

O Conselho Nacional de Secretários de Educação (CONSED) reuniu, nesta segunda-feira (11), em Brasília, os 26 gestores estaduais e do Distrito Federal, para discutir ações prioritárias da Educação, em 2019. Um dos pontos abordados foi a construção da Agenda de Aprendizagem, que deve ser defendida junto ao Ministério da Educação (MEC) com uma pauta de interesse dos Estados. O secretário da Educação do Estado da Bahia, Jerônimo Rodrigues, participou do seu primeiro encontro no CONSED desde que assumiu a pasta, em fevereiro deste ano. Na oportunidade, Jerônimo enfatizou os esforços que estão sendo empreendidos na Bahia para o fortalecimento do ensino e da aprendizagem dos estudantes.

reunião_Consed (1)

“O governador Rui Costa iniciou com a gente uma caminhada pelos 27 Territórios de Identidade que compõem o Estado da Bahia, com o objetivo de desenvolver um trabalho para o fortalecimento do ensino e da aprendizagem, mobilizando os gestores, educadores e as comunidades escolares. Estas ações vêm muito alinhadas com o CONSED, que pretende criar uma Agenda de Aprendizagem, onde podemos compatibilizar um desejo específico da Bahia com uma pauta nacional. E tudo isso, vamos conseguir discutindo e dialogando dentro do conselho”, destacou.

Jerônimo ainda enfatizou a importância das reuniões do CONSED para o fortalecimento das agendas estaduais. “Nós estamos bastante envolvidos no dia a dia dos nossos Estados e as reuniões do Conselho nos dão um respaldo técnico, político, de informações e assessoria, principalmente por não podermos estar sempre em Brasília”, afirmou o secretário, ao acrescentar as agendas de interesses comuns dos Estados que são criadas. “Temos aqui a oportunidade desta troca de experiências com Estados que possuem um processo bem encaminhado na estrutura de aprendizagem e sobre pontos que devemos regimentar com outros secretários, para destravarmos questões que acreditamos serem essenciais para o progresso do trabalho. Além disso, há esta rede de parcerias que o CONSED consegue capitanear, tanto no aspecto nacional quanto no estadual, e que pode contribui nesta ação de melhoria da Educação”, afirmou.

A perspectiva do CONSED é a de que a Agenda de Aprendizagem seja entregue ao Ministério da Educação e também oriente a atuação do Conselho e dos seus grupos de trabalho durante o ano. Neste sentido, as discussões do encontro, e que deverão estar neste documento, envolveram temáticas como o novo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação Básica (FUNDEB); a continuidade de programas como o Pró-Base Nacional Comum Curricular (BNCC), buscando liberação de recursos para a construção dos currículos dos Ensinos Fundamental e Médio; a continuidade da implementação da BNCC dos Ensinos Fundamental e Médio e a de avaliações, como oSistema de Avaliação da Educação Básica (SAEB).