Redijaê – Iniciativa busca preparar estudantes para a prova de redação do Enem

aulas2

Os estudantes da rede estadual de ensino que estão se preparando para as provas do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) já podem postar suas redações no ambiente virtual da plataforma Anísio Teixeira para serem avaliados. A iniciativa chamada de ENEM 100% Redijaê serve como suporte para os estudantes aperfeiçoarem sua escrita dissertativa para a redação do ENEM.

Estão sendo propostos dois temas de redação e para participar o estudante deve acessar o link: http://colaborativus.pat.educacao.ba.gov.br/enem/, informar seu CPF ou matrícula e preencher alguns dados. O link de acesso e senha provisória serão enviados para o e-mail do estudante cadastrado.

O período para a primeira postagem já começou e segue até 1º de outubro, com o tema “Escola sem partido” ou “Tomando partido pela escola: um caminho para a liberdade de expressão”. Já a segunda redação, que tem como tema “Sustentabilidade e os desafios das corporações para a preservação ambiental”, deverá ser postada entre os dias 7 e 15 de outubro.

Após este período, as redações serão avaliadas por professores especialistas em Língua Portuguesa da Secretaria da Educação do Estado e por estudantes universitários de instituições de ensino superior. Esta ação está relacionada ao eixo 4 do programa Educar para Transformar, que visa o fortalecimento de parcerias com universidades. A pontuação e informações de desempenho do estudante também estarão disponíveis na mesma plataforma de acesso.

De acordo com o superintendente de Políticas para Educação Básica da Secretaria da Educação do Estado, Ney Campello, o Redijaê é um mecanismo de fortalecimento do processo de preparação dos estudantes. “Ao fortalecer a redação, nós ajudamos que o estudante tenha um melhor desempenho tanto na redação, quanto nas demais disciplinas e isso vai resultar na melhoria de sua pontuação e, portanto, no acesso à universidade via o ENEM. Este é uma boa estratégia do conjunto de estratégias do que nós chamamos de ENEM 100%, que vai desde o processo de inscrição até a própria realização”, destaca.

Confira as opções de envio das redações
Opção a) escreva o seu texto na folha padrão disponível na Plataforma Anísio Teixeira (Ambiente Colaborativus); ou na folha pautada de caderno; fotografe utilizando um celular ou tablet; salve em boa resolução e envie como documento (pdf) ou arquivo de imagem (png, jpeg, jpg);

Opção b) escreva o seu texto na folha padrão disponível na Plataforma Anísio Teixeira (Ambiente Colaborativus); ou na folha pautada de caderno; digitalize utilizando um aplicativo de scanner, disponível gratuitamente nas lojas virtuais dos celulares ou tablet; salve em boa resolução e envie como documento (pdf) ou arquivo de imagem (png, jpeg, jpg);

Opção c) escreva o seu texto na folha padrão disponível na Plataforma Anísio Teixeira (Ambiente Colaborativus); ou na folha pautada de caderno; digitalize utilizando uma impressora com scanner; salve em boa resolução e envie como documento (pdf).

#Transformaê – Escolas da Rede Estadual realizam Virada Educacional nesta quinta (21)

IMG-20170921-WA0003

Arte, cultura, esporte, intervenções sociais e mostra de experimentos científicos estão entre as ações que irão marcar, nesta quinta-feira (21), a segunda edição do #Transformaê – Virada Educacional Bahia. Tanto nas escolas como nos Centros de Educação Profissional da capital e do interior. Estudantes, professores, gestores e funcionários estão dando um show nas apresentações  dos projetos que estão sendo desenvolvidos durante o ano letivo de 2017. Serão 12 horas de atividades simultâneas, com a integração entre a escola e a comunidade.

A Diretora do NTE 11, Maria Aparecida Vasco das Chagas, juntamente com o técnico da SEC/CONTE Climério Sapucaia Nascimento e a Coordenadora da CODEB Suzikelly Oliveira Novais, estão acompanhando as atividades desenvolvidas pelas unidades escolares.

“O acompanhamento das atividades do #Transformê: Virada Educacional Tomando Partido pela Escola no Território da Bacia do Rio Grande, confirma a nossa satisfação com o empenho dos gestores, professores, estudantes, pais, bem como a integração e o apoio das diferentes instituições convidadas a fazerem parte das referidas ações. Constatamos o desenvolvimento de atividades científicas, artísticas, culturais e de diferentes participações sociais que fortalecem e valorizam as atividades escolares. ” Maria Aparecida Vasco das Chagas.

IMG-20170921-WA0033

Cada unidade escolar terá uma programação específica e o tema geral será “Tomando Partido pela Escola”. Com essa temática, a Secretaria da Educação do Estado da Bahia reafirma a importância da escola enquanto local da formação humana, social, política e econômica dos sujeitos da aprendizagem, favorecendo aos integrantes da comunidade escolar e local a realização de intervenções sociais no ambiente para a melhoria da convivência e da atuação de cada um dos sujeitos que compõem o universo educacional.

No Colégio Estadual El Shadai, em Barreiras, os Estudantes estão participando da palestra “Construindo valores familiares através do diálogo”, além de oficinas de artesanato e culinária, dança, música e teatro. A escola estará aberta durante todo o dia para receber os estudantes e a comunidade.

Para o estudante Vinicius Santos, do Colégio Estadual Alexandre Leal Costa, este é um dia bastante diferenciado, em que ele e todos os colegas estão agregando muito conhecimento e aprendizado à sua formação.

“O evento está sendo muito importante, a comunidade está marcando presença, prestigiando os trabalhos desenvolvidos pelos estudantes durante o ano letivo, além do envolvimento, entusiasmo e muita alegria dos nossos alunos. Durante o dia teremos oficinas, músicas, apresentação de trabalho cientifico, alimentação saudável, Projeto Escravo nem Pensar”. Noeli, Diretora do Colégio Estadual Marley Terezinha Pretto, em Luís Eduardo Magalhães.

“O Transformaê está acontecendo em minha escola com bastante desenvoltura, possibilitando a nos estudantes novos conhecimentos. Iremos participar de uma caminhada sobre o Setembro Amarelo, além das oficinas, palestras, jogos, feira de ciências e várias outras atividades. Joyce Araújo, estudante do Colégio Estadual Antônio Carlos Magalhães, localizado no Município de São Desidério.

Redijaê
Na virada educacional também será lançada a ação Redijaê, com a proposta de fazer com que os estudantes da 3º série do Ensino Médio escrevam, até duas redações, e cadastre os textos no ambiente virtual da Plataforma Anísio Teixeira, pelo endereço. Os textos serão corrigidos e devolvidos aos estudantes, como mais uma forma de auxiliar na preparação para a redação do ENEM.

Jogos estudantis integram estudantes em Barreiras

2017-09-18-photo-00000008-1
Estudantes de oito unidades escolares da região de Barreiras estão participando da etapa municipal (polo de Barreiras) dos Jogos Estudantis da Rede Pública (JERP), iniciativa da Secretaria da Educação do Estado para fortalecer a cultura corporal e a prática esportiva no currículo da Educação Básica. A etapa de Barreiras acontece até sexta-feira (22). As partidas de futebol masculino e de futsal masculino e feminino estão acontecendo no Estádio Geraldão e no Ginásio de Esportes da Faculdade São Francisco de Barreiras (FASB), respectivamente.
A estudante Letícia Lorrane Novais, 16, que cursa o 2º ano no Colégio Estadual Herculano Faria, está entusiasmada com as partidas. “Sempre gostei de praticar esporte e o futsal é muito divertido. Já estou na expectativa de passar para a etapa regional do JERP, que também acontecerá aqui em Barreiras”, revela.
Wanderson Ribeiro Galvão, 17, do 3º ano, do Colégio Estadual de Barreirinhas, afirma que, em cada jogo que participa, adquire novas experiências para os próximos jogos. “Além de fazer novas amizades durante os jogos, eu também observo os jogadores para aprender novas táticas e isso é muito bom”, diz o estudante.
Segundo o articular do JERP do Núcleo Territorial de Educação (NTE 11), Milton César da Silva, a participação dos estudantes em torneios estudantis é muito importante para a formação deles. “Os jogos contribuem para a formação da cultura corporal e esportiva a partir da educação física escolar. É um movimento que começa na quadra da escola e vai para outros espaços. Em cada etapa, os estudantes trocam experiências com alunos de outras escolas e são incentivados ao esporte”, explica o educador.

Concurso Literário em homenagem a Gregório de Matos está com inscrições abertas

wp20160802008

A Secretaria da Educação do Estado está com inscrições abertas, até esta segunda-feira (18), para o Concurso “Festa Literária na Rede Estadual de ensino: Gregório de Matos: Boca do Inferno”. A adesão das escolas habilita os estudantes a participarem do concurso, que homenageia a vida e a obra do poeta satírico, lírico e improvisador, que também é conhecido como ‘Boca de Brasa’.

A iniciativa é aberta a todos os alunos dos ensinos Fundamental e Médio e equivalentes (Educação de Jovens e Adultos – EJA e Educação Profissional) regularmente matriculados, nos 27 Territórios de Identidade. A proposta é que os estudantes apresentem criações de arte literária em gêneros distintos (poesia, prosa, carta e cordel), contemplando a poética de Gregório de Matos.

A ação visa, a partir do programa Educar para Transformar, promover o protagonismo dos estudantes, a preservação da história e a memória dos autores brasileiros, fomentando a criatividade e a arte literária nas escolas, bem como a diversidade literária das expressões culturais da Bahia.

>> Faça os downloads dos documentos:

Cronograma

De acordo com o Edital N° 05/2017, publicado no Diário Oficial do Estado, as obras de arte literária dos estudantes devem ser enviadas até 18 de setembro. Ainda de acordo com o cronograma, a seleção das 20 criações – cinco de cada gênero literário – se dará entre os dias 20 e 21 de setembro de 2017.

Conforme o regulamento, os critérios de seleção são: exclusividade, originalidade, criatividade, clareza textual, pertinência à temática e atitude estética. Os resultados serão divulgados no dia 22 de setembro no site da Educação: www.educacao.ba.gov.br. As premiações irão acontecer dentro da Festa Literária Internacional de Cachoeira (Flica), em Cachoeira, de 05 a 08 de outubro deste ano.

Centro Juvenil de Ciência e Cultura em Barreiras promove Semana #GrafitaÊ

2017-09-12-photo-00000030

O Centro Juvenil de Ciência e Cultura de Barreiras está promovendo, até a próxima sexta-feira (15), a Semana #GrafitaÊ com a realização de oficinas, jogos e atividades lúdicas.  A iniciativa marca a culminância do projeto #GrafitaÊ, que estimula os estudantes a desenvolverem a criatividade através de intervenções artísticas no ambiente escolar.

Dentre as atividades promovidas destacam-se: Intervenção Lamb Lamb com colagens de papeis nas paredes da escola; Batalha de Argumentos, nos quais os estudantes debatem sobre termas como tecnologia, futuro e inovação; maratona de jogos eletrônicos como o Just Dance e o Letroca, além das oficinas de Empreendedorismo, Educação do Futuro e Projeto de Vida. Um dos destaques será o #GrafitaÊ, nesta sexta-feira (15), quando os estudantes irão grafitar o muro lateral da escola e paredes internas.

“A semana de atividades tem o objetivo de proporcionar aos estudantes um aprendizado divertido, com interação e que os façam refletir sobre o futuro e temas contemporâneos ligados ao dia a dia deles. Além disso, as intervenções artísticas do #GrafitaÊ tornam a escola mais dinâmica e humana”, destaca a gestora do Centro Juvenil, Laísa Brandão.

A estudante Lays de Oliveira, 16, que faz a oficina de Robótica, está entusiasmada com as atividades.  “Esta semana está bastante animada e convidei alguns amigos para participar. Estudei os temas para debater na Batalha de Argumentos e estou na expectativa do #Grafitaê porque vai ser a primeira vez que vou grafitar”, comenta.

Para Taynara de Santana, 17, que participou da oficina de Empreendedorismo, o #GrafitaÊ vai despertar a criatividade de todos os estudantes. “Já estou pensando na arte que vou fazer com o grafite para chamar a atenção das pessoas e vai ser muito bom aprender a técnica da grafitagem”, afirma, animada.

2017-09-12-photo-00000026

Sobre o CJCC
Os Centros Juvenis de Ciência e Cultura são espaços dedicados à educação complementar, ao lazer criativo, à interação social, ao conhecimento tecnológico, à ciência e a tantas outras formas de saber que ultrapassam o conhecimento convencional. Nos centros, os estudantes das escolas estaduais participam de oficinas e cursos no turno oposto aos quais estão matriculados no ensino regular. Os Centros Juvenis de Ciência e Cultura ampliam o acesso da juventude baiana às temáticas contemporâneas e estas experiências vivenciadas também contribuem para que os estudantes possam descobrir sua vocação profissional. A rede estadual conta com os Centros Juvenis em Salvador, Senhor do Bonfim, Itabuna, Barreiras e Vitória da Conquista.

XI Feira de Ciências

21150442_342011556252506_8743982856920127335_n

Os Estudantes do Colégio Estadual Antônio Geraldo realizaram a feira escolar de Ciências e Matemática com objetivo de despertar o interesse pela pesquisa por meio da iniciação cientifica, com experimentos e inovações em todas as áreas do conhecimento como: Ciências exatas e Engenharia, Ciências Biológicas, Ciências Agrárias, Engenharia e Sustentabilidade.

A feira contou com a participação efetiva de todos os Professores e Estudantes em seus respectivos turnos (matutino, vespertino e noturno) e os projetos direcionados ao tema da FECIBA- Empreendedorismo e Inovação da Bahia e com subtema do Colégio “Protagonismo Juvenil: empreender para inovar”.

Segundo a diretora da referida Unidade Escolar Isa Márcia, os estudantes divulgaram a realização da Feira em várias Escolas Estaduais e Municipais, como também aos seus familiares, convidando-os para o evento. Sem dúvida este foi um momento de muita interação e aprendizagem para nossos alunos.

21151206_342010306252631_4431670524007584749_n

Reordenamento da Rede 2018

21731382_901060186718188_12762308148605286_n

Aconteceu na manhã desta terça-feira (12/09) no auditório do Colégio Estadual Marcos Freire, reunião sobre Reordenamento da Rede, com a presença dos Secretários Municipais de Educação, Gestores Escolares da Rede Estadual de Ensino, Diretora do Núcleo Territorial de Educação Maria Aparecida Vasco das Chagas, Coordenadora da Coare Macyglenda Guimarães Alves e equipe do SGE.

A referida reunião teve como objetivo levantar as demandas e planejar as ofertas, considerando as necessidades e construindo as possibilidades de atendimento na Rede Estadual de Ensino, contribuindo para a melhoria da qualidade no atendimento ao cidadão e na ocupação adequada dos espaços físicos.

Para a Diretora Marinélia do Colégio Estadual Nossa Senhora Aparecida, o evento é de grande relevância para o fortalecimento da rede, e em especial da gestão. Repensar a gestão é ato de empoderamento das práticas pedagógicas.

“ A reunião do Reordenamento 2018 veio para ajudar a gestão no sentido de esclarecer algumas dúvidas e para resolver problemas enfrentados pela Unidade Escolar”. Gabriela Araújo Diretora do Colégio Estadual Governador Luís Viana Filho.

download

Para o Secretário Municipal de Educação de Mansidão Solimar, o evento é muito importante para traçar metas, analisar as dificuldades enfrentadas e buscar melhores formas de minimizar os problemas. Esta parceria é essencial, uma vez que, nossos objetivos são os mesmos, que é melhorar cada dia mais a educação.

“O NTE 11 sentiu-se honrado pela participação de todos os municípios do Território da Bacia do Rio Grande. Contamos com a presença da maioria dos Secretários Municipais de Educação e aqueles que não puderam comparecer encaminharam representantes, o que possibilitou um diálogo efetivo sobre a realidade educacional de forma articulada com os Gestores Escolares da Rede Estadual sobre as diferentes demandas para a melhoria de atendimento da rede pública. O foco do trabalho foi o fortalecimento da Escola pública em 2018”. Maria Aparecida Vasco das Chagas.

IMG_20170912_084531071

Professores orientam estudantes sobre os cuidados necessários para uma boa redação no ENEM

redacao-para-o-enem-2017-felipe-argolo-1
A menos de 60 dias para as provas do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) 2017, os professores da rede estadual intensificam a revisão de conteúdos das diferentes áreas do conhecimento, em especial a redação, que é uma das provas mais importantes e, consequentemente, uma grande preocupação dos alunos que vão se submeter ao exame, marcado para os dias 5 e 12 de novembro.
Um texto bem feito, garantem os especialistas de Educação, é decisivo para a conquista de uma vaga no Ensino Superior. Para isto, o estudante está sendo motivado a revisitar assuntos gramaticais essenciais para a escrita adequada, dentro da linguagem normativa.  Escrever com visão crítica e defender o seu ponto de vista com bons argumentos, sem fugir do tema solicitado e do formato, que é o de dissertação-argumentativa, além de respeitar os valores humanos e a diversidade sociocultural, são questões indispensáveis para a elaboração de uma redação.
A professora Márcia Bonfim, de Língua Portuguesa e Redação do Colégio Aplicação Anísio Teixeira, na Paralela, em Salvador, chama a atenção para a importância da leitura para uma boa redação. “A leitura é a base de tudo, tanto a literária como a de jornais e revistas, que proporciona aos alunos subsídios na hora de discorrer o tema pedido, além de aumentar o vocabulário”.
Um dos itens que mais preocupam os estudantes, aliás, é o tema da redação. O importante, neste sentido, de acordo com os especialistas, é que os candidatos estejam inteirados com os assuntos atuais, como intolerância religiosa e violência contra a mulher, assuntos que muito discutidos na mídia e nas redes sociais nos anos em que foram cobrados pela prova do ENEM. “É preciso estar atento a tudo que está acontecendo no país e no mundo. Uma dica é acompanhar os telejornais e ler jornais e revistas científicas, por exemplo”, afirma a professora.
O conhecimento da gramática é outro ponto fundamental para a realização de um texto adequado. “É preciso levar em conta as regras estabelecidas pelo chamado Novo Acordo Ortográfico, que trazem mudanças na acentuação e na grafia de vocábulos. Outra coisa que costumo enfatizar com meus alunos diz respeito ao uso da norma culta. Por conta das redes sociais, com sua linguagem cheia de palavras abreviadas e de emotions, o estudante tem que estar atento para não repetir esse mau hábito na redação”, enumera.
A prática da escrita é uma orientação que está sendo seguida pela estudante Beatriz Arraes, 17 anos, 3º ano. “Além de escrever duas redações por semana e buscar corrigir os erros cometidos, presto bastante atenção nas aulas, nas dicas que a pró Márcia nos dá em sala de aula e tenho lido mais. Estou me esforçando bastante, porque pretendo entrar em uma faculdade pública de Medicina”, conta.
O colega Felipe Argolo, 18, 3º ano, também revela que intensificou os estudos, especialmente em redação. “Tenho uma tia que me incentiva muito a escrever e fica no meu pé para que eu esteja atualizado para que venha a fazer um bom texto. Vou fazer para Direito e sei que a leitura é fundamental, tanto para entrar na faculdade, como no decorrer desse curso”

TransformaÊ: Escolas estaduais são mobilizadas para a 2ª virada educacional na Bahia

1481061025ay4c1310
As escolas da rede estadual de ensino já estão sendo mobilizadas para a 2ª edição do #TransformaÊ: Virada Educacional Bahia, que acontecerá no dia 21 de setembro. Com o tema “Tomando Partido Pela Escola”, o projeto desenvolvido pela Secretaria da Educação do Estado terá 12 horas de atividades simultâneas nas unidades escolares da capital e interior. O objetivo é promover o protagonismo estudantil, por meio da apresentação de projetos de arte, esporte, cultura, ciência, inovação e empreendedorismo, que estão sendo desenvolvidos durante o ano letivo de 2017.
Transformaê movimentou as escolas na sua primeira edição no Colégio Estadual Deputado Herculano Menezes, no bairro de Sussuarana, em Salvador, os estudantes preparam várias atividades. “Vamos apresentar diversas atividades com apresentações musicais, palestras, shows e mostra de talentos, com dança e poesia. Diversas atividades são desenvolvidas durante o ano e esta é uma grande oportunidade dos alunos mostrarem o trabalho para a comunidade escolar”, explicou a diretora Rosana Paim.
Para o estudante do 6º ano, Josué dos Santos, 15 anos, o #TransformaÊ é um momento de integração e diversão entre os colegas. “Na próxima semana estaremos iniciando os ensaios com diversas atividades. Pretendo participar da dança e estou compondo uma música para apresentar pela primeira vez na virada, com voz e violão. A unidade escolar está bastante animada com esta segunda edição”, destaca.

Abertas as inscrições para formação de mediadores do EMITec

emitec13

A Secretaria da Educação do Estado está com inscrições abertas, até o dia 15/9, para o curso de formação dos mediadores do Ensino Médio com Intermediação Tecnológica (EMITec). Estão sendo ofertadas 1.200 vagas para os mediados, que já estão atuando no programa e para os que estão ingressando no segundo semestre de 2017 pelo processo seletivo simplificado em Regime Especial de Direito Administrativo (REDA). A inscrição deverá ser realizada através de formulário eletrônico, localizado na página principal do Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA) do EMITec, com acesso por meio do endereço eletrônico http://emitec.educacao.ba.gov.br/login/index.php.

O EMITec é um programa da rede estadual, por meio do qual, os estudantes que moram em áreas longíncuas da Bahia podem fazer e concluir o Ensino Médio. Atualmente, o programa beneficia 21 mil estudantes, em 414 localidades de 150 municípios. “O medidor tem um papel fundamental na metodologia do EMITec. É que as aulas são transmitidas via satélite, em tempo real, diretamente do Instituto Anísio Teixeira (IAT), em Salvador, e ministradas por professores da rede estadual. Os mediadores ficam nas telessalas, fazem a interlocução de dúvidas entre os estudantes e os professores do estúdio”, afirmou a diretora do EMITec, Letícia Machado, ao acrescentar que cabe ao mediador, também, a aplicação das avaliações, que são por área e interdisciplinares. A comunicação também é realizada via chat.

Sobre o curso 
Durante a formação continuada, os mediadores são estimulados à uma reflexão sobre as suas atribuições e interlocução com os diversos setores, bem como poderão compreender a estrutura organizacional do EMITec, as funções de cada setor e o fluxo de operacionalização das atividades. Para isto, o curso está organizado em dois blocos de estudos.

No primeiro, serão realizados diálogos e leituras que introduzem as discussões sobre a estrutura organizacional do EMITec e as atribuições dos setores de Secretaria e de Estúdio. No segundo bloco, serão abordados a Proposta Pedagógica e o Sistema de Avaliação, dando ênfase às atribuições do mediador e à ética profissional no espaço de trabalho. O curso será realizado utilizando a mesma metodologia de aulas do EMITec, com calendário a ser divulgado posteriormente