Secretaria da Educação realizou encontro com gestores escolares em Barreiras

dsc0112_0

A Secretaria da Educação do Estado realizou, nesta quinta-feira (20), no município de Barreiras, o ‘Diálogo com Gestores’. O secretário da Educação do Estado, Walter Pinheiro, acompanhado por técnicos do órgão central, se reuniu com gestores de escolas dos Núcleos Territoriais de Educação de Barreiras (NTE 11), de Bom Jesus da Lapa (NTE 02) e Santa Maria da Vitória (NTE 23), no Centro Territorial de Educação Profissional da Bacia do Rio Grande. O objetivo da atividade, que prossegue até esta sexta-feira (21), é estreitar, ainda mais, o diálogo com os gestores, fazendo o levantamento de demandas sobre questões como infraestrutura e, também, tratar do eixo pedagógico com vistas à melhoria da Educação.

Pinheiro acompanhou o governador Rui Costa na viagem a Barreiras e cumpriu agenda da pasta da Educação. Para ele, o encontro dá a possibilidade de conhecer o trabalho realizado pelas escolas, além de discutir as carências e dificuldades. “Muitas escolas vem superando as dificuldades e fazendo atividades maravilhosas. Por isso é importante entender as demandas de cada unidade e extrair lições de como trabalhar a melhora da educação nos aspectos pedagógicos e estruturais. Temos que transformar a escola num lugar estimulador que seja o caminho do futuro, tanto para a Educação Profissional quanto para a Educação Básica, seja para o mundo do trabalho ou para a universidade. Sempre enfatizando que a escola tem que ser um caminho para a vida”, destacou.
dsc0094_0
“O Diálogo com os Gestores é uma iniciativa da SEC de grande valia para o fortalecimento da interação e cooperação em prol do atendimento educacional nos 27 Territórios do Estado da Bahia. O Território da Bacia do Rio Grande, ficou muito feliz em receber o nosso Secretario de Educação e equipe da SEC, Diretores dos Núcleos,  Gestores Escolares  e equipe dos NTE-11,  NTE-02 e NTE-23. Momento muito importante para os três Territórios de identidade, parabéns a todos os envolvidos nesse Encontro”. Maria Aparecida Vasco das Chagas- Diretora do NTE-11.
A diretora Isa Márcia de Souza, do Colégio Estadual Antônio Geraldo, em Barreiras, ressaltou estar muito satisfeita com a participação no encontro. “É muito bom receber o secretário da Educação e sua equipe de técnicos na região do Rio Grande. Principalmente devido à distância que acaba sendo o empecilho para essas reuniões. Pudemos esclarecer dúvidas sobre diversos aspectos, como nas áreas pedagógicas, administrativas e de RH”, explicou.
Segundo a diretora Liliane Borba Castro, do Centro Territorial de Educação Profissional da Bacia do Rio Corrente, em Santa maria da Vitória (NTE 23), proporciona uma interação e troca de ideias. “O encontro é uma ação afirmativa da Secretaria, pois com esses dois dias de programação, o órgão nos passa um sentimento de aproximação e empoderamento, pois podem ouvir nossas demandas, assim como, nossa contribuição para a melhora da aprendizagem dos estudantes”, contou.

Diálogo com Gestores

foto

A Secretaria da Educação do Estado da Bahia estará realizando a série ‘Diálogo com Gestores’ nesta quinta-feira (20/07) das 08:00 às 18:00 horas e na sexta-feira (21/07) das 08:00 às 12:00, no auditório do CETEP (Centro Territorial de Educação da Bacia do Rio Grande) em Barreiras, com o objetivo de estabelecer um contato direto com os gestores escolares. O evento contará com a presença do secretário Walter Pinheiro e a equipe técnica da Secretaria de Educação e com os Gestores das Unidades Escolares dos Núcleos Territoriais de Educação de Barreiras (NTE 11), de Bom Jesus da Lapa (NTE 02) e Santa Maria da Vitória (NTE 23).

Secretaria da Educação realiza matrícula para o Programa Todos pela Alfabetização

enedinatratada
A Secretaria da Educação do Estado está realizando a matrícula para os estudantes da 10ª etapa do Programa Todos pela Al­fa­be­ti­zação (TOPA). O Topa é voltado para a alfabetização de jovens acima de 15 anos, adultos e idosos. Os interessados devem se dirigir aos Núcleos Territoriais de Educação (NTE) ou às secretarias municipais de Educação dos 112 municípios que aderiram à 10ª etapa do programa. Para se matricular, basta levar o RG ou CPF. A matrícula segue até o dia 30 de julho. Estão sendo ofertadas 15 mil vagas. As aulas começam no dia 7 de agosto.
Em Salvador e Região Metropolitana, a matrícula pode ser feita na Secretaria da Educação do Estado, localizada na Avenida Luiz Viana Filho, 550, 5ª Avenida, 3º andar, Setor de Monitoramento, na sala 315. Quem preferir, pode fazer a matrícula nas escolas ou nas entidades dos movimentos social ou sindical perto de casa, que aderiram ao TOPA. Para saber quais são, basta ligar para o telefone: 71-3115-8990.
TOPA
Criado pelo Governo da Bahia, em 2007, o Programa Todos pela Alfabetização já beneficiou mais de 1,4 milhão de pessoas em todo o Estado, graças à parceria com prefeituras municipais, entidades dos movimentos sociais e sindicais e universidades públicas e institutos de Educação sem fins lucrativos.
Formação
Com a proposta de discutir o planejamento geral das formações e definir a sua abrangência, a Coordenação de Projetos Especiais (COPE) está realizando reunião técnica, nesta terça-feira (18), no auditório da Secretaria da Educação do Estado. Participam representantes das unidades formadoras da 10ª etapa do TOPA: Universidade Estadual da Bahia (UNEB), Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC), Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS), Instituto Educacional do Recôncavo Baiano (IERB) e Instituto Imborés. A reunião visa, ainda, socializar as situações que ocorreram durante as formações da 9ª etapa e dialogar com as unidades formadoras sobre o processo de formação inicial e continuada dos bolsistas.
O secretário da Educação do Estado, Walter Pinheiro, destacou a importância da nova etapa do programa. “A gente está em um processo de reformulação do funcionamento das estruturas e essa é uma delas, uma etapa que estamos completando sempre com a contribuição e a participação de quem está na ponta. O envolvimento desses formadores, a contribuição deles e a pratica ao longo de todos esses anos vão servir muito para aprimorar cada vez mais esse programa exitoso que atingiu marcas significativas e que, além da continuidade, precisamos dar a consequência. Portanto, ninguém melhor do que quem está ponta para nos orientar qual o caminho para que essas pessoas possam ter consequência depois do TOPA”.
“Esta é uma reunião de planejamento com as instituições selecionadas para fazer a formação dos alfabetizadores e dos coordenadores desta etapa do TOPA. Vamos discutir as diretrizes formativas, a abrangência de cada unidade formadora, pois vamos continuar fazendo este trabalho de alfabetização, que é fundamental para o Estado”, explica a coordenadora geral da COPE, Elenir Alves.
Para a coordenadora pedagógica do Instituto Imborés, Ediórgia Cunha, o encontro é muito importante. “Já temos nove anos participando como unidade formadora do TOPA, trabalhando na questão da redução do analfabetismo e é uma satisfação poder colaborar com o processo de transformação social e de mudanças no processo de alfabetização das pessoas”, afirma. Já a coordenadora do Instituto Educacional do Recôncavo Baiano (IERB), Jucenalva Costa, ressalta que “esse alinhamento é muito significativo porque vamos discutir e traçar as nossas metas e reavaliar os trabalhos que já foram realizados e sociabilizar conhecimento”.

Governo da Bahia inicia recadastramento de servidores ativos

O Governo da Bahia vai recadastrar 150 mil servidores públicos ativos. O processo acontece entre 17 de julho e 13 de agosto. O recadastramento deve ser feito, exclusivamente, via Internet, através do Portal do Servidor ou diretamente do site www.recadastramento2017.ba.gov.br, utilizando a mesma senha usada para acessar o contracheque online. Aqueles que não efetivarem a atualização cadastral no prazo estabelecido estarão sujeitos a penalidades previstas no capítulo V do Estatuto do Servidor Público do Estado da Bahia (Lei nº 6.677/1994).

computador

O objetivo da ação é a validação dos locais e jornada de trabalho dos servidores, bem como atualizar informações cadastrais dos servidores, a fim de operacionalizar o sistema de recursos humanos do Estado. “Além de balizar informações importantes para os novos gestores da Administração estadual, o resultado deste recadastramento servirá para identificar a existência de possíveis inconformidades, tais como o acúmulo indevido de cargos e a incompatibilidade de horários de trabalho”, explica o secretário da Administração, Edelvino Góes.

O recadastramento contempla, basicamente, o preenchimento de um formulário. O processo é simples e rápido. Alguns campos – alteráveis ou não – já vão aparecer preenchidos na tela, com dados básicos. Os campos em branco, que forem de caráter obrigatório, deverão ser informados pelo servidor, assim como local de trabalho, regime de contratação e jornada de trabalho. Determinadas informações solicitadas no formulário serão específicas para cada secretaria.

Segunda etapa
Na segunda etapa do recadastramento, as Diretorias Administrativas de cada órgão vão cadastrar no sistema os nomes, números de matrículas e e-mails dos chefes imediatos de cada servidor. Já na terceira e última etapa, os chefes indicados pela coordenação de recursos humanos de cada unidade irão validar as informações fornecidas na primeira etapa, confirmando-as ou não. Após a validação, a Corregedoria Geral da Secretaria da Administração do Estado da Bahia (CGR/Saeb) será acionada no sentido de verificar as inconsistências e corrigi-las. Paralelamente, os dados validados ficarão numa base temporária e posteriormente comparados com os dados do Sistema Integrado de Recursos Humanos (SIRH).

O recadastramento de servidores inativos, feito anualmente na modalidade presencial, não tem nenhuma relação com a atualização cadastral de ativos que será realizada pelo Governo a partir do próximo dia 17. Implantado em fevereiro de 2015, através do Decreto nº 15.960, o recadastramento de ativos será realizado a cada dois anos. Neste primeiro processo, 148.281 servidores se recadastram (97,17% do total). Do montante de servidores que não se recadastraram, 310 saíram da folha de pagamento, ou seja, deixaram de receber os vencimentos.

MedioTec inscreve estudantes na Educação Profissional e Tecnológica

mediotec1
Estudantes do 2º e 3º anos do Ensino Médio regular da rede pública podem se inscrever, até o próximo dia 20, no MédioTec, no âmbito Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), e migrar para o ensino técnico. São 2.224 vagas para 31 cursos oferecidos em 51 municípios baianos.
“O objetivo do MédioTec, um programa do governo federal, é formar jovens que estão hoje cursando o Ensino Médio, não optaram inicialmente pelo curso de Educação Profissional e agora já se sentem amadurecidos o suficiente ou despertaram a sua vocação. Ele pode fazer, no contra turno, um curso técnico e terminar o Ensino Médio com uma formação profissional”, explica o superintendente de Educação Profissional do Estado, Durval Libânio.
Aluna do 3° ano do Centro Estadual de Educação Profissional em Música (Ceep Música), no bairro de Nazaré, em Salvador, Jéssica Santana, cursava o Ensino Médio regular e decidiu mudar para o Ensino Técnico apenas pela motivação de aprender a tocar violão. Ao longo do curso, ela mudou suas pretensões e hoje já pensa em ser professora de música.
“Eu fui aprimorando meus conhecimentos e cheguei à conclusão de que eu quero ser professora”, diz a jovem de 17 anos. A exemplo de Jéssica, Thaís Meneses, 16, aluna do 2° ano, também é oriunda do ensino regular, mas a já chegou com um objetivo definido. “Estudar música é muito importante porque põe sentimentos para fora. Você se expressa de uma forma muito bonita e é também uma forma de alcançar pessoas que possam estar perdidas. Então, é por isso que eu vim para cá”, enfatiza a estudante, que pretende seguir no segmento religioso.
Além da formação em música, os estudantes podem optar por áreas como Administração, Zootecnia, Informática e Automação Indústria. Segundo a diretora do Ceep Música, Cristina Carvalho, os cursos aumentam as chances dos jovens conseguirem um emprego. “Eu tenho 90% de alunos no mercado de trabalho e, desse percentual, também muitos alunos na universidade e trabalhando. Então, é um curso que, talvez, muitos não acreditem nele, mas tem dado realmente muito sucesso e trazido empregabilidade para esses jovens”. Os alunos do Ceep Música são absorvidos como professores em organizações não-governamentais (ONG´s), igrejas, bandas profissionais e alguns seguem a carreira musical fora do País.

Bolsa Família: Escolas têm até 30 de junho para o cadastro da frequência dos estudantes

A Secretaria da Educação do Estado, por meio da Coordenação Estadual do Programa Bolsa Família, convoca todas as escolas da capital e do interior para a realização do cadastro bimestral do registro da frequência escolar dos seus estudantes, referente ao período de abril a maio de 2017. Nesta segunda fase do calendário de acompanhamento, o prazo se encerra no dia 30 de junho (sexta-feira). A coleta da Condicionalidade da Educação é realizada pelo Sistema Presença do Ministério da Educação e tem como objetivo acompanhar a vida escolar do estudante pertencente de família beneficiária do Programa Bolsa Família.
“É necessário que todas as escolas do Estado – sejam elas federais, estaduais, municipais ou particulares – registrem no sistema a frequência escolar das crianças e adolescentes com faixa etária entre 6 a 17 anos, matriculadas na unidade. Considerando que as unidades devem informar, pelo menos, 85% da frequência das crianças de 6 a 15 anos de idade e 75% da frequência dos jovens de 16 e 17 anos”, explica o coordenador estadual do Programa Bolsa Família, Marcos Pinho. Ele ressalta que muitos municípios ainda não realizaram ou não concluíram o cadastro e isto implica na garantia de benefícios para a descentralização dos recursos para essas cidades.
As Condicionalidades no Programa Bolsa Família são instrumentos de promoção e fortalecimento da gestão intersetorial e garantias de qualidade do programa e do Cadastro Único. Corresponde a uma forma de medir a cobertura e o acompanhamento das condicionalidades da Educação e da Saúde, refletindo no desempenho de cada gestão municipal. Na Condicionalidade da Educação, o Índice de Gestão Descentralizada dos Municípios (IGD-M) participa com 25%. É a partir desses índices que os valores são calculados e os recursos financeiros são repassados aos municípios diretamente do Fundo Nacional de Assistência Social para os Fundos Municipais de Assistência Social, respectivamente.
Bolsa Família – Trata-se de um programa que contribui para o combate à pobreza e à desigualdade no Brasil. Foi criado em outubro de 2003 e faz parte do Plano Brasil Sem Miséria, reunindo diversas iniciativas para permitir que as famílias deixem a extrema pobreza, com efetivo acesso a direitos básicos e a oportunidades de trabalho e de empreendedorismo. A gestão do programa é descentralizada, ou seja, tanto a União, quanto os Estados, o Distrito Federal e os municípios têm atribuições em sua execução.
O Programa Bolsa Família –  previsto na Lei Federal nº 10.836/2004 e regulamentado pelo Decreto nº 5.209/2004 – possui três eixos principais: complemento da renda, acesso a direitos e articulação com outras ações.  Todos os meses, as famílias atendidas pelo Programa recebem um benefício em dinheiro, que é transferido diretamente pelo Governo Federal. Para isso, as famílias devem cumprir alguns compromissos (condicionalidades), que têm como objetivo reforçar o acesso à Educação, à Saúde e à Assistência Social, bem como a integração e a articulação de várias políticas sociais, a fim de estimular o desenvolvimento das famílias, contribuindo para elas superarem a situação de vulnerabilidade e de pobreza.

Estudantes do Colégio Estadual Antônio Geraldo participam de aula de campo no Parque Municipal Lagoa Azul

19144162_310349066085422_3234741023324828126_o

Os estudantes do 3º ano do Ensino Médio dos turnos matutino e vespertino do Colégio Estadual Antônio Geraldo participaram de uma aula de campo no Parque Municipal Lagoa Azul (Gruta do Catão) localizado no município de São Desidério, os mesmos estavam acompanhados das Professoras de Biologia Ana Maria Rego e Elaine Cunha Morais, do professor de Geografia Robson Braga, do professor de Física Alison e da diretora Isa Márcia de Souza.

O objetivo da aula de campo era desenvolver uma atividade interdisciplinar com as disciplinas de Biologia, Geografia e Física em um ambiente informal, por proporcionar um aprendizado mais contextualizado, dinâmico e de fácil entendimento para os estudantes.

Segundo a Gestora Isa Márcia, nesta aula de campo, foi possível observar envolvimento e compromisso dos estudantes, e espera-se uma aprendizagem mais efetiva dos conteúdos explorados in loco, já que se trata de uma área natural como objeto de estudo das disciplinas envolvidas.

“Foi muito importante desenvolver este trabalho de campo com os Estudantes, pelo fato do parque lagoa azul ser uma unidade de conservação e estar dentro de área de proteção ambiental, a ideia é fazer explanações relacionando com os conteúdos trabalhados em sala de aula”. Professor de Geografia Robson Braga.

19221670_310349542752041_4786300125641312200_o

 

Dados do Censo Escolar divulgados pelo INEP apontam avanços na Educação na Bahia

inicio-das-aulas-no-colegio-david-mendes-em-2017-087

Dados do Censo Escolar divulgados  pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP), na última terça-feira (20), apontam avanços na educação da Bahia em todas as etapas e níveis da Educação Básica, compostos pelos anos iniciais e anos finais do Ensino Fundamental, e Ensino Médio, de 2007 a 2015. Os indicadores de fluxo escolar da Educação Básica, que avaliam a transição do aluno entre dois anos consecutivos, considerando a promoção, repetência, evasão e migração para a Educação de Jovens e Adultos (EJA), demonstram que a Bahia avançou 7,6 pontos percentuais na promoção, saindo de uma taxa de 64% em 2007 para 71,6% em 2015, no Ensino Médio. A taxa de evasão foi reduzida em 5,8 pontos percentuais no mesmo período e a repetência caiu em 1,6 pontos percentuais.

Em relação aos anos iniciais do Ensino Fundamental, a taxa de promoção avançou 11,4 pontos percentuais entre 2007 e 2015, quando chegou a 82,5%, e a repetência diminuiu em 8,4 pontos percentuais no mesmo período. Já a taxa de evasão era de 6,7% em 2007 e caiu para 0,6% em 2015. Os dados dos anos finais do Ensino Fundamental também apontam avanços. A taxa de promoção cresceu 6,1 pontos percentuais no período de 2007 a 2015, chegando a 70% em 2015. A repetência caiu 2,1 pontos percentuais e a evasão escolar recuou 6,3 pontos percentuais no mesmo período, chegando a 4,9% em 2015.
Segundo o secretário da Educação, Walter Pinheiro, os resultados demonstram o compromisso do Governo do Estado com a educação pública desde o início da série histórica, em 2007, quando lançou o programa Todos Pela Escola. “Um dos principais objetivos deste programa foi estabelecer um pacto com os municípios, para apoiar a melhoria dos índices no Ensino Fundamental. Continuamos a avançar nesta direção com o Educar Para Transformar, inclusive, firmamos agora em 2017 o pacto já em andamento com 389 municípios”, disse. Ainda de acordo com Pinheiro, “estes dados do INEP são significativos, uma vez que em oito anos a Bahia vem crescendo na promoção dos estudantes e na diminuição da evasão escolar e repetência, resultado de políticas públicas acertadas na área. Claro que ainda precisamos avançar ainda mais, e estamos trabalhando com projetos importantes que vão na direção de dinamizar o ensino”.
O secretário também destaca programas como o de Ensino Médio por Intermediação Tecnológica (EMITEC), que transmite aulas, via satélite e em tempo real, para todas as telessalas espalhadas por 414 localidades do Estado, para 21.120 alunos, fazem a educação chegar nos locais mais longínquos da Bahia. Além disso, o secretário aponta a reestruturação do eixo pedagógico na rede estadual, projetos de empreendedorismo nas escolas, o apoio aos municípios com a formação de educadores, a ampliação de escolas em tempo integral, incentivo às práticas científicas com o programa Ciência na Escola, dentre outras iniciativas que estão em curso através de parcerias estratégicas com todas as universidades públicas, centros de pesquisa e o Sistema S. Os números inéditos foram revelados durante o “Seminário 10 Anos de Metodologia de Coleta de Dados Individualizada dos Censos Educacionais”, que celebrou uma década da metodologia da pesquisa.

Secretaria inscreve para sorteio eletrônico de cursos de Agroecologia, Aquicultura, Administração e Redes de Computadores

Começam nesta quinta-feira (15) as inscrições para a criação das primeiras turmas dos cursos técnicos de Administração, de Redes de Computadores e de Aquicultura da rede estadual. Ao todo, serão ofertados 290 vagas para os três cursos.
Para o curso técnico de nível médio em Redes de Computadores, voltado para estudantes do 2º ano do Ensino Médio. Serão ofertadas 80 vagas, com aulas realizadas no Colégio Estadual Luiz Tarquínio, no bairro de Boa Viagem. O curso é uma parceria da Secretaria da Educação do Estado e do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI), e terá carga horária de 1000h divididos em três semestres. As inscrições podem ser realizadas até o dia 28 de junho, no endereço http://www3.sec.ba.gov.br/sisec/sorteio/.
O curso será realizado e certificado pelo SENAI, com formação presencial mediado por tecnologia e as vagas serão definidas em duas etapas. Primeiro por sorteio eletrônico, no dia 30 de junho, onde serão selecionados 160 concorrentes, e logo após por entrevista entre os dias 3 e 5 de junho. O resultado final será divulgado no dia 10 de julho e o inicio das aulas no dia 20 de julho.
Aquicultura - O novo curso técnico de nível médio em Aquicultura será ofertado em parceria com a Bahia Pesca e tem inscrições abertas até 28 de junho, para 60 vagas. As inscrições também são feitas exclusivamente no endereço http://www3.sec.ba.gov.br/sisec/sorteio/.
O curso é voltado para estudantes que já concluíram o Ensino Médio e suas modalidades, seja em estabelecimentos de ensino da Rede Pública de Educação, no âmbito federal, estadual ou municipal ou, tenham comprovadamente, cursado o Ensino Médio em instituição filantrópica, ou em instituição privada na condição de bolsistas integrais.
O curso técnico em Aquicultura será realizado no anexo do Centro Estadual de Educação Profissional em Turismo do Leste Baiano (CEEP), localizado na Fazenda Oruabo, Estrada Bahia Pesca – s/n, Distrito de Acupe, no município de Santo Amaro.
A seleção para as vagas disponíveis acontecerá em duas etapas: A primeira etapa consiste num Sorteio Eletrônico, no dia 30 de junho, aleatório e de caráter classificatório, no qual concorrerão todos os candidatos inscritos. Na segunda, serão realizadas entrevistas individuais, de 3 a 5 de julho, no local de realização do curso. O resultado final será realizado no dia 10 de julho e a matrícula de 10 a 12 de julho. As aulas estão programadas para começar no dia 20 de julho.
Administração - O curso de Administração será ministrado pelo modelo da Escola de Formação Gerencial (EFG) – escola de Ensino Médio profissionalizante do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae). A ação, uma parceria entre a Secretaria da Educação do Estado da Bahia e o Sebrae, a partir do eixo tecnológico Gestão e Negócios, está ofertando 150 vagas.
As vagas são destinadas a estudantes que tenham concluído o Ensino Médio e suas modalidades, sejam em estabelecimentos da rede pública (nos âmbitos federal, estadual ou municipal) ou que tenham cursado o Ensino Médio em instituições filantrópicas ou privadas na condição de bolsista integral.
As inscrições podem ser feitas até o dia 28/6, no endereço http://www3.sec.ba.gov.br/sisec/sorteio/. A seleção dos candidatos acontecerá por etapas. No dia 30/6 será realizado o sorteio eletrônico entre os primeiros 600 inscritos. Depois, os 300 candidatos contemplados no sorteio eletrônico irão fazer prova escrita de Português e Matemática, no dia 12/7, no Centro Estadual de Educação Profissional (CEEP) Empreende Bahia, no bairro de Água de Meninos. O resultado da seletiva será publicado no Portal da Educação, no dia 18/7.
A terceira etapa da seleção acontece nos dias 25 e 26/7, também no CEEP Empreende Bahia, onde serão realizadas uma dinâmica e a entrevista. O resultado final sairá no dia 28/7, no Portal da Educação. As matrículas para os 150 aprovados poderão ser feitas entre 31/7 a 4/8. As aulas do curso serão realizadas no próprio CEEP, com início no dia 10 de agosto.
>> Confira aqui as portarias dos processos seletivos para cursos técnicos de nível médio
>> Confira aqui o cronograma 

 

Secretaria da Educação do Estado abre processo de seleção para Unidades Formadoras do TOPA

folclore1 (1)
A Secretaria da Educação do Estado abre inscrições, a partir do dia 26 de junho, para seleção pública de Unidades Formadoras para a 10ª etapa do Programa Todos pela Alfabetização (TOPA).  Os selecionados serão responsáveis pela formação inicial e continuada dos alfabetizadores, alfabetizadores-coordenadores de turmas e tradutores intérpretes de LIBRAS – Língua Brasileira de Sinais, bem como, formação específica dos coordenadores de turmas, no período de 12 meses.
Podem participar Instituições de Ensino Superior (IES) do Estado da Bahia, públicas ou privadas sem fins lucrativos, instituições da rede federal de educação profissional e tecnológica, as instituições ou organizações de ensino sem fins lucrativos, além de agentes do sistema público de educação básica e sequencialmente profissionais das redes de ensino.
Os interessados deverão enviar documentação (ver edital) via SEDEX para o Programa Todos pela Alfabetização – TOPA, no seguinte endereço: Avenida Luis Viana Filho, nº 550, 5ª Avenida, 4º andar, sala 404 – CAB (Centro Administrativo da Bahia), CEP: 41.745-004. O prazo encerra no dia 30 de junho. Para mais informações e dúvidas ligar para Tel: (71) 3115-1330 e/ou Fax: (71) 3115-8987.

- Cronograma

Data

Ações/Produtos

26/06/2017 a 30/06/2017

Período de Inscrição

04/07/2017

Resultado da homologação das inscrições deferidas ou não. Divulgados no site da Secretaria da Educação, Diário Oficial da União e Diário Oficial do Estado da Bahia.

05/07/2017 e 07/07/2017

Período de seleção

08/07/2017

Resultado preliminar da eleção

10/07/2017 a 12/072017

Período para interposição de recursos

13/07/2017 e 14/07/2017

Período para análise de recursos

15/07/2017

Resultado final da seleção

19/07/2017

Planejamento Geral da Formação e definição da abrangência